quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Andréa cobra unidades prontas e relata assalto dentro de hospital em São Luís

Divulgação
Hospitais de 50 leitos como os localizados em Pinheiro e Turiaçu estão prontos, mas o Governo do Estado vem atrasando a entrega das unidades. Foi o que relatou a deputada Andréa Murad (PMDB) durante discurso nesta quarta-feira, 19, na Assembleia Legislativa. Ela ressaltou ainda a situação das obras dos hospitais que estavam em andamento na gestão anterior e que já deveriam estar concluídas se a atual Administração tivesse dado continuidade ao cronograma de obras. As cobranças se intensificaram desde declarações equivocadas do governador de que estaria construindo ou concluindo 10 novos hospitais no Maranhão.

- Nem ele sabe ao certo o que está fazendo. Se está construindo, se está concluindo; porque, na verdade, não está fazendo nem uma coisa nem outra. Inclusive pedi a informação para o Governo sobre qual é a obra, qual é o hospital que o governador Flávio Dino está construindo, onde fica esse hospital. Agora, por má vontade do governador, dezenas de hospitais estão prontos; mas ele não quer inaugurar. O que se percebe é que ele não sabe administrar, ele não sabe para que rumo a Saúde vai. O fato é que antes a Saúde funcionava e agora não funciona mais - disse a deputada.

Além do atraso nas entregas, Andréa Murad alertou também para a falta de segurança nas unidades:

- É inacreditável o que aconteceu no Hospital Geral, hoje Hospital de Câncer! Entrou ladrão, furtou celulares, tablets, dinheiro dos pacientes, e aí? Já tinha acontecido uma tentativa de homicídio também dentro no Hospital de Coroatá. Quando é que vão colocar segurança que preste e que funcione nos hospitais? Até dentro dos hospitais agora as pessoas vão ser vítimas desse governo que não tem competência para agir? Me desculpem, mas é uma pouca vergonha agora até dentro de hospitais do Estado acontecem assaltos. Isso é um deboche dos bandidos com o governador porque não existe polícia nem segurança nas unidades de saúde - finalizou. Da Asscom/Dep. Andréa Murad