quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Comandados do governador Flávio Dino matam mais um cidadão

   Foto: Blog do Luís Cardoso
Comandados do governador Flávio Dino agem animalescamente, como nunca na história do Maranhão. Agora, na manhã desta quinta-feira, 13, mais um integrante da Polícia Militar do Estado do Maranhão (PMMA) atingiu mortalmente mais um cidadão maranhense. A PM, em cumprimento de ordem judicial, deflagrou operação para desocupação de prédio em área urbana, no Turu. No episódio, o cabo Marcelo Monteiro dos Santos disparou tiro contra um dos manifestantes que, infelizmente, veio a óbito.

Durante a operação para retirada de ocupantes de um imóvel nas proximidades da Vila Luizão, na rua da Liberdade, os moradores fizeram protesto. A vítima teria reclamado da ação da PM. Ele foi atingido por um dos tiros a região da cabeça. Algumas pessoas ficaram feridas.

FALTA CREDIBILIDADE

Embora já sem a devida credibilidade por faltas graves em outras operações [Veja AQUI, AQUI e AQUI], o Governo divulgou nota garantindo que o policial agiu sem ordens superiores e em descumprimento à lei. Fez questão de dizer que repudiou veementemente a "ação isolada" do policial. Segundo a SSP, o PM está preso e será autuado em flagrante delito na Delegacia de Homicídios. Foi prometido que o cabo responderá a processo que vai apurar a sua responsabilidade e a do comandante da operação.

Diante das constantes cobranças da sociedade em casos correlatos, o Governo prometeu ainda que prestará toda a assistência necessária à família da vítima através da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular.