quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Na Ponta d'Areia, o melhor do forró pé-de-serra

Para os amantes da boa música brasileira, do belo ritmo do Forró Pé-de-Serra, amanhã, sexta-feira, 21, o palco da alegria tem endereço certo. No novo CHAMA-MARÉ, totalmente reformado, com o tempero das artes dos produtores culturais locais. É casa cheia. Mais um grande show de um dos maiores valores da nossa música. ROBSON GARCIA e o renomado grupo de forró LAMPIÕES DO FORRÓ, com participação especial do grande humorista Fumaça.

O cantor e compositor Robson Garcia abre o show às 20hs. com entrada franca ao público. Uma produção do grupo Chama-Maré e promoter cultural Rodrigo Costa, de destacado sucesso em eventos na Ilha. Haverá distribuição de um brinde para os forrozeiros.

PERFIL

O cantor e compositor maranhense Robson Garcia (de São Luís – MA), como tantos ícones da música popular no Maranhão, mostra em sua arte a realidade vivenciada pelo seu povo, exibindo uma marca de irreverência. Desde o início de sua carreira, em 1984, mantém performance arrojada, principalmente, no dom de compor; o que lhe garantiu a realização e participação em vários espetáculos musicais, inclusive no eixo Rio-São Paulo.

SHOWS - Em 1984 fundou o grupo regional Solo Musical e veio o seu primeiro show - “Maré e mar”, no Teatro Arthur Azevedo (São Luís – MA). No ano seguinte – também no TAA - apresentou o show “Grifomania”, da obra literária do escritor maranhense Epitácio Filho. Também neste ano, participou do projeto musical “Viva São Luís”, do Governo do Estado. Criou a banda Cor da Sina, 1988. Marcou presença no projeto “Viva Verão” (da então Secretaria de Cultura do Estado) em comemoração aos 25 anos da Escola de Música. Em 1991 - No teatro Praia Grande – fez o Show “Vide Bula”. No projeto Segunda de Arte da Prefeitura de São Luís fez o Show “Liberdade das Canções”, em 1992.

DISCOGRAFIA - O trabalho de Robson Garcia seguiu com a realização de inúmeros shows que culminaram com a produção do 1º CD autoral em 2008 – o “ATITUDE”, um projeto eclético com participação de Eliézio do Acordeom. Idealizado em 1986 e gravado em 2010, veio o segundo CD – o BAIÃO DE DOIS, também autoral de forró pé-de-serra. O terceiro CD autoral – o LIBERDADE – foi gravado em 2012. É uma homenagem a São Luís. No hall de sua discografia, a última produção, no ritmo de pé-de-serra, gravou em 2014 o TOQUE DE FOLE. Na faixa “Baião dos Reis” homenageia Luís Gonzaga, Dominguinhos, João do Vale, Ordônio e Eliézio do Acordeom.