quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Poder Público e empresas coroataenses dialogam contra práticas poluentes

   Foto: Ronny Sales/Asscom PMC
O secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Marcio Antônio convocou uma série de reuniões com representantes de vários segmentos produtivos. Foram envolvidos proprietários de agências funerárias, representantes de cerâmicas, agropecuárias, oficinas em geral, madeireiras, serrarias, marcenarias, panificadoras, jazidas de areia, tratores de cascalhos e outros minerais, além de postos de gasolina e revendedores de gás.

A Secretaria faz cadastramento das empresas, busca informações sobre o manejo de material poluente, com o fim de evitar a degradação do meio ambiente. Com o cadastramento o Município terá facilitado o controle de visitas da Secretaria de Meio Ambiente aos estabelecimentos. Segundo Márcio Antônio, todos já tomam alguma medida que diminui o impacto ambiental. - Um exemplo é o caso das oficinas, que recolhem todo óleo trocado nos veículos e estocam em galões. Depois esse óleo é vendido para cerâmicas, para pintura de madeiras contra cupim ou para uma empresa que recolhe mensalmente com o intuito de reciclar - frisou o secretário. Com informações da Asscom/PMC