quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Andrea não vê ligação entre cortes no governo e orçamento no Estado

   Dep. A. Murad/Foto: Nestor Bezerra
A deputada de oposição, Andréa Murad (PMDB), levou para Tribuna nesta terça-feira (22) exemplos de vários cortes realizados pelo governo Flávio Dino. Saúde, Segurança, funcionalismo público e terceirizados foram as principais áreas exemplificadas pela parlamentar. Andréa citou o relatório da execução orçamentária referente ao primeiro semestre de 2015 e disse que o Estado teve uma receita de R$ 7,23 bilhões, apresentando uma variação positiva de 5%. E despesas pagas de apenas R$ 3,43 bilhões, o que não justificam anúncios de cortes.

- Os cortes estão em todas as áreas. As obras do BNDES paradas. O presidente do BNDES diz que a culpa é dele [Flávio Dino] e ele nunca deu uma declaração. Reduziu gastos na saúde. Já cortou emendas parlamentares nesta Casa que já deveriam ter sido pagas, mas não foram. Agora vai haver um parcelamento. Já saiu a de alguém? Cortou em 21,7% do salário dos servidores. Flávio Dino, desde que assumiu o governo, vem cortando gastos em áreas nas quais jamais deveria haver esses cortes, como saúde e segurança pública - discursou.

A parlamentar citou outro exemplo de possibilidade de corte, desta vez na Polícia Militar do Maranhão que poderá sofrer redução de 30% nas despesas. A informação partiu de um oficial da PM que participou de uma reunião do comando onde o Coronel Alves declara o corte e ainda alerta os policiais para fazerem as suas reservas econômicas porque vão precisar.

- No dia que houve o vazamento desse áudio do oficial, coincidentemente o subcomandante foi substituído, o Sá, porque o Governo Flávio Dino é assim, é na chicotada. Enfrentou? Tchau. Enfrentou? Rua. Não sabemos se o Governo vai fazer esses cortes mas também ele não confirmou e nem negou. Isso é preocupante, como se não bastassem os policias civis em greve por tempo indeterminado. Nós ainda corremos o risco de Flávio Dino começar a cortar gastos da PM e quem sabe até salários da polícia e aí não vamos ter policias nas ruas - arrematou Andréa. Da Asscom/Dep. Andréa Murad

Assistam ao discurso completo: