segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

COROATÁ SOB TERROR - Até aliados de Flávio Dino acusam onda de crimes no Município

A ilustração que nos faz refletir
A matemática é simples! A responsabilidade pelo recrudescimento da onda da criminalidade, em especial, em Coroatá é óbvio que é do Governo Estadual. Os policiais, militares e civis, não podem fazer milagres!!! E, saibam: - O crime, nem mesmo com toda estrutura de segurança, será 100% contido. Mas, não pode faltar a responsabilidade do Estado, com investimento devido.

Em Coroatá, o Governo não tem Delegacia e o contingente de servidores da Segurança Pública é insuficiente. A verdade é uma só: - Até o fornecimento de combustível e manutenção de viaturas são precários; imaginem o acervo bélico!!! Hoje inclusive a mídia aliada do Governo anuncia o caos e a deficiência [ilustração 01 e 02]. O Governo Flávio Dino já teve tempo suficiente para executar as promessas de Coroatá.

Talvez agora com tantos homicídios em Coroatá alguma coisa possa vir de bom. Infelizmente houve muito derramamento de sangue neste final de semana. Dois jovens assassinados a bala e com arma branca, na madrugada do domingo, 05. E teve mais uma mulher esfaqueada e dois jovens hospitalizados. Fora os números incontáveis de assaltos à mão armada, como sofreu o professor Edimilson Braga, que perdeu seu celular [ilustração 03].

Sobre os óbitos, como foi noticiado por blogs, sites e redes sociais, a  primeira vítima foi Leandro, assassinado no Centro de Coroatá, na noite de sábado para a madrugada de domingo. Já no domingo, madrugada, foi a vez de Cássio Anderson, morto a facada no bairro da Mariol.
Denúncia do blog coroataagora.blogspot.com.br [ilustração 01]
Denúncia do blog coroataagora.blogspot.com.br [ilustração 02]
Professor aliado do Governo, vítima da onda de assaltos [Ilustração 03]